sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Prêmio Guerreiros da Criação


Mais uma vez eu estava
com um trabalho atrasado
Como sempre o tempo voava
E o trabalho nada de terminado
Só tinha uma coisa a fazer
Passar madrugada acordado

De segunda pra terça feira
nem sequer preguei o olho
no trabalho só asneira
que nem macarrão sem molho
aquele que nem fede nem cheira
tal qual folha de repolho

Se tava bom ou ruim
eu num queria saber não
queria mesmo era ir
pro guerreiros da criação
tomar cerveja e cachaça
com pinga mel e limão

A festa tava bonita
e também muito animada
enfeites de pano de chita
mulher cachaça e birita
e muita loira gelada

Chegou a hora do resultado
todo mundo esperando
coração acelerado
as mãos frias e suando
os apresentadores no palco
foram logo divulgando

Categoria anúncio site
foi a Six quem venceu
Mas a Chama mereceu
Categoria promocional
E a Agência Antares
Jingle/Spot e Guerreiro Social

E a grande premiada
o 1º lugar da lista
Ganhou o institucional
Anuncio de jornal e de revista
Ganhou também o prêmio Master
demonstrando seu esmero
a campeã da noite
Foi a Agência Núcleo Zero

Ainda teve o prêmio
chamado jovem guerreiro
mas esse não ví quem ganhou
pois tinha ido ao banheiro

Começou tocar a banda
Cordel de fogo encantado
o batuque rolando solto
e o vocalista encapetado
gritando, pulando, falando
versinho e poema musicado

Lá pra metade do show
eu estava biritado
regado de cerveja Nobel
pulando ao som do cordel
Wishky Red Label
Pinga e cana com mel
O capeta surgiu do lado

Minha cabeça rodou
como uma roda gigante
a saliva da boca secou
meu olho fechou um instante
a minha vista apagou
o coração quase parou
num infarto fulminante

o local estava quente
e eu suando frio
foi a pior sensação
que meu corpo já sentiu
colocaram no meu copo
comprimido Rivotril

Eu sabia que estava drogado
e pensei comigo mesmo
tenho que ficar acordado
vou ficar andando à esmo
quem sabe encontro um amigo
que aceite ficar comigo
enquanto volto a ser eu mesmo

Todos que eu encontrava
eu dizia amigo socorro
se você não me ajudar
é agora que eu morro
não me deixe aqui sozinho
pode me dar um esporro

Todos eles me diziam
sente aí e fique quieto
só que eles não sabiam
que eu tinha que ficar esperto
se eu ficasse parado
aí eu tinha cochilado
e meu pai não teria um neto

Liguei pra minha amiga
que da festa tinha sumido
"apareça aqui agora
senão eu tô perdido"
demorou mais de uma hora
pra responder ao meu pedido

Achei que ia morrer
nesse episódio sombrio
e eu digo pra você
minha vida ficou por um fio

Mas de tudo que eu vivo
eu aprendo uma lição
a partir de hoje
nunca mais eu fico bebo
no Guerreiros da Criação.

7 comentários:

Diva Carolina disse...

Maxmila!!!!
Só tu msm!!!!
Seria trágico, não fosse cômico! E o qt foi cômico! Adorei o repente!!!Vc é o cara!

Bjsss

Hericka disse...

Amigo os versinhos ficaram muito bom, mas a historia nao teve nada de bom....
Ta vendo seu pexteeeeeee só vive bebado..

Te adoroooo
Beijos

Nicolle disse...

Que bom saber duas ótimas coisas: você saiu bem dessa, e ainda tá um cordelista de primeira linha.Já dá pra concorrer nas feiras!! Gostei muiito, agora deixa de ser mentiroso que essa lição eu sei q você não aprendeu. bjos

Sou o Max. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
TH disse...

Nossa...
Cordel do fogo encantado..
eu querendo ser lirinha!
..

Uma boneca disse...

Pois é, mas de tão doido que vossa excelencia estava, no seu achar que uma hora eu demorara, na verdade apenas 15 minutos se passara.
A caminho de casa, de carona, eu vejo sua ligação, e na festa antes de sair procurei-te, mas sem sucesso.
Despedi-me de Lucas, Mari, e todos os demais e encontrei uma iluminda carona!!!!
Agora da proxima vez, não saia deixando o copo por aí, pq vc pode não ser feliz em achar outro anjo da guarda como eu!!!!
Seu doido!!!!
Beijos

Ju disse...

Que resenhaaa Milla...
só tu mesmo viuu..


Um novo talento heim..

xerO