quinta-feira, 12 de junho de 2008

O maior desabafo da minha vida

Já faz algum tempo que estou diante do teclado imaginando como passar através de palavras, a dor que estou sentindo. Desisti de ficar imaginando e comecei a escrever (geralmente é isso o que faço quando fico sem palavras: eu começo a falar). Dor no peito, melancolia, falta de propósito na vida são alguns sintomas. O pensamento de "não acredito que isso está acontecendo" não sai da minha cabeça. O sentimento de "eu poderia estar mais presente" também toma conta de mim. O caso é que só consigo pensar que foi culpa minha e de mais ninguém. Pra acabar (não de uma vez) o suspense sobre o que eu estou falando, vou gritar com todas as forças que: ACABOU! O que eu estava vivendo intensamente finalmente chegou ao fim. Não do jeito que eu queria (lógico). Pois não estive presente tanto quanto deveria. Demorei pra começar a fazer o que devia, mas deixava sempre pra depois. Agora estou arrasado, desiludido, desacreditado, tudo acabou da pior maneira que poderia ter acabado.

O meu TCC não ficou do jeito que eu queria. Deveria ter começado antes, ter dado mais carinho, ter dado mais atenção, ter me dedicado mais a ele. E agora acabou...
Quando uma coisa ruim acontece na vida de qualquer pessoa, nunca acontece sozinha. Sempre tem mais alguma coisa. Estou triste, muito triste por que acabou. Algumas pessoas que me conhecem bem, vão achar estranha a frase: "estou triste". Poucas vezes demonstrei esse estado para alguém. É que eu acho que sentimento é uma coisa que contagia... E sempre tento contagiar as pessoas com um sentimento de alegria, otimismo e (se der) humor. Pode ser estranho, pra algumas pessoas que me conhecem, me imaginar triste, mas estou. Quero gritar que ACABOU, talvez assim eu escute, perceba que não tem mais jeito, nem volta nem remédio (apesar de querer que tivesse).

Mas devo ser realista (diante todo esse sentimentalismo) e assumir que o Corinthians perdeu a Copa do Brasil.Durante todo o campeonato não estive presente, não acompanhei seu progresso, simplesmente me acomodei devido aos resultados obtidos na hora do "vamo" ver: 2x1, 3x2, 1x0, 2x0 e vários outros resultados bons ao longo da jornada. Mas confesso que me dediquei menos do que devia. Poderia ter acompanhado as contratações, os treinamentos, as mudanças de atitude do meu time predileto. Gostaria muito de ter viajado para o outro estado e acompanhar a final, mas não tive como.

Mais uma vez grito: ACABOU! Preciso me acostumar com essas coisas. Quando começo uma coisa, me apego de um jeito que não quero que acabe nunca mais... Talvez por que eu só pense na parte boa da coisa, mas quem é que quer saber da parte ruim, né? Estou pouco me lixando se você está bom, TEXTO! se vc está tendo sentido nessas sequências de palavras, nessas tortas linhas de raciocínio, nesse desabafo direto pra você, mas tenho que aceitar e aguentar que esse texto acabou! Lógico eu deveria não ter bebido nada antes de começar a escrever... Bebida e escrita não é uma coisa que combine muito bem. Parece que só eu encontro algum significado no que estou escrevendo. Deveria ter mais cuidado com as coisas que gosto de fazer, deveria beber menos (ou até parado completamente pra agradar essa nobre arte da escrita). Talvez eu me tornasse uma escritor feliz para sempre. Mas eu sempre insisto em colocar mais de um ou dois, ou três ou quarto significados num texto como esse!

Por isso dedico esse texto à minha ex. Minha ex-personalidade que me desculpe, mas vc não serve mais pra mim. Vc me fez bastante feliz durante um bom longo tempo, praticamente toda a minha vida. Mas devo tocar a vida pra frente. Chega de fazer todas aquelas coisas que satisfaziam seu ego,coisas que eu fazia só para seu beneficio, que fazia vc rir e se divertir. É hora de seguir adiante, de crescer, "virar" adulto. Estou pronto para responsabilidades, e como vc ficou pra trás, não vai ver essa nova fase da minha vida, talvez só de longe, e talvez vc pense: deveria ter me adaptado... Mas sinto muito. Você (personalidade desgraçada!) me levou a isso. Nem eu me aguentava mais, mas tudo bem. Deixa eu gritar mais uma vez: ACABOU!!

Vou parar por aqui... acabou a cerveja (desde a primeira linha!)

6 comentários:

maria disse...

:´(

Carola Guimarães disse...

Sentidos multi, pra uma mesma coisa! =D
Oww.. torço q vc estaja satisfeito por deixar de lado essa "personalidade"...

Abraço!
Ahh.. te vi no orkut!
=D

Maxmilla Barroso disse...

Recebi no e-mail um comentário anônimo por causa desse texto. Finalmente um comentário digno, verdadeiro, sincero, o tipo de comentário que venho esperando desde que comecei a escrever. Talvez eu seja perfeccionista (quase nunca gosto dos meus próprios textos), quando alguém diz que eu escrevo bem, é difícil acreditar. É como se falassem isso só pra dar um apoio(esse é um dos sintomas dos perfeccionistas). Mas mesmo com essa dificuldade, nos momentos de crise, quando a auto-estima está lá em baixo, eu me agarro num elogio, numa palavra de incentivo como as que meu amigo anônimo me mandou. E veio num momento crítico! Valeu mesmo cara, quem quer que seja.

Marcella disse...

e a vida continua...
a gente pensa q vai morrer, q vai chorar até morrer, q vai matar, q ñ vai se conformar, e onde foi q eu errei(axo q isso faz parte da minha personalidade dramática)...
mas se tem palavras q de certo modo consolam, são "eu vou sobreviver"!!
Não se preocupe... isso vai passar e essas linhas podem até não ter tido sentido pra você, nakela hora, mas pra mim fez muuuuuito sentido...
E você escreve as coisas com as palavras q eu gostaria de escrever (como dise no MSN) do fundo do meu coração.... eu jURO!
e é tão lindo o jeito q vc escreve e traduz sentimentos mundiais. Ler td isso e saber q não estou só no mundo, e isso não é loucura somente minha, q pertenço a um mundo q tbm me pertence... sei lá... entendeu? axo q me conformo melhor em saber q não sou só eu (não veja pelo lado ruim!)
bJOs

Anônimo disse...

sou louco minha vida é coisa de louco mais ñ sei o q fazer em minha vida apenas sei que devo viver sem pensar no futuro mais tenho medo que voar mais ñ posso quero morrer para satisfazer minha curiosidade da vida apois a morte que ver deus se é q ele existe apenas tirar minha duvidas com um ser acima de mim sera que ele brinca com migo ou chora quando me desabafo ñ sei o que fazer quero morrer obiter respostas mais tenho duvidadas de minha existencia ta vc pode me chamar de louco eu sei sou mesmo mais penso como a vida seria sem a existencia de deus seria uma caoos se com sua existencia na biblia o mundo ja é assim

pois bem vou pensar em minha vida tentar encontrar respostas

esse é meu desabafo foi de momento apenas escrevi o q sinto bom se vc quer saber qual foi o fim de minhas pergutas ligue 11 69466450 se vc ligar é eu ñ atendi é porque morri para falar com deus se eu atende é porque ainda estou pensando o que é q vou fazer morrer e tirar as duvidas ou viver e continuar sofrendo sem as repostas de meu seu
10o0o0o0o0o0o0o0bjs feliz para quem fica 1o0o0o0o0o0oo0bjs

ezequiel dias disse...

sou louco minha vida é coisa de louco mais ñ sei o q fazer em minha vida apenas sei que devo viver sem pensar no futuro mais tenho medo que voar mais ñ posso quero morrer para satisfazer minha curiosidade da vida apois a morte que ver deus se é q ele existe apenas tirar minha duvidas com um ser acima de mim sera que ele brinca com migo ou chora quando me desabafo ñ sei o que fazer quero morrer obiter respostas mais tenho duvidadas de minha existencia ta vc pode me chamar de louco eu sei sou mesmo mais penso como a vida seria sem a existencia de deus seria uma caoos se com sua existencia na biblia o mundo ja é assim

pois bem vou pensar em minha vida tentar encontrar respostas

esse é meu desabafo foi de momento apenas escrevi o q sinto bom se vc quer saber qual foi o fim de minhas pergutas ligue 11 69466450 se vc ligar é eu ñ atendi é porque morri para falar com deus se eu atende é porque ainda estou pensando o que é q vou fazer morrer e tirar as duvidas ou viver e continuar sofrendo sem as repostas de meu seu
10o0o0o0o0o0o0o0bjs feliz para quem fica 1o0o0o0o0o0oo0bjs